Total de visualizações de página

domingo, 29 de março de 2015

FOI A CHUVA QUE ME CHAMOU



FOI A CHUVA QUE ME CHAMOU

Foi a chuva que me chamou 
Ao bater na minha janela
O meu rosto se transfigurou 
Quando viu o teu rosto nela 

Com os olhos repletos de alegria
O meu coração bateu mais agitado
Perante aquela chuva de magia 
Que te trazia de novo para meu lado 

Gritei, gritei bem alto o teu nome
E, agradeci ao céu ter-te enviado
Pois estava morrendo de saudade 

Este meu coração apaixonado
És a minha deidade 
Junto de ti sinto-me abençoado 

Luís Filipe D. Figueiredo
2015-03-29

Nenhum comentário:

Postar um comentário