Total de visualizações de página

segunda-feira, 30 de março de 2015

NO DIA EM QUE TU ME DEIXASTE



NO DIA EM QUE TU ME DEIXASTE 

No dia em que tu me deixaste 
Senti-me vazio, sem ninguém 
Não acreditava que viajaste 
E, dirigi o olhar para o além

Implorei, e rezei a Deus por ti
Minha mãe querida, e adorada 
Foi tão grande a dor que senti
Que fiquei sem puder dizer nada

Tinhas partido para sempre
Nem conseguia acreditar
Não me saías da mente
E, só sentia vontade de chorar 

Sempre estarás vivendo em mim
E, te recordarei com amor e ternura
São tantas, estas saudades sem fim
Como imensa é, esta amargura

Onde estás, sempre te irei visitar 
E, dar-te o meu incondicional amor
Como outra coisa, não te posso dar
Recebe esta maravilhosa, e linda flor



Com todo o meu amor incondicional 
Para ti minha mãe.
Luís Filipe D. Figueiredo
2014-05-04

Nenhum comentário:

Postar um comentário