Total de visualizações de página

terça-feira, 19 de maio de 2015

ONDE ESTARÁS MEU AMOR



ONDE ESTARÁS MEU AMOR

Onde estarás meu amor
Quero-te, vem depressa
Quero sentir o teu calor
Volta amor, tenho pressa

Tenho pressa de olhar
Esse corpo que é tão belo
Quero poder acariciar 
Os anéis do teu cabelo 

Quero cobri-lo de beijos
Amar-te ardentemente
Saciar os teus desejos
E, possuir-te finalmente

Tenta a minha voz ouvir
Dentro desse teu coração
Para que ele possa sentir
Este amor, esta paixão

Ninguém poderá suster 
Este grito derradeiro
O oceano não irá fazer
Nem mesmo o mundo inteiro

Se não te consigo encontrar
Chamo por ti, minha vida
És aquela a quem vou amar
És a parte de mim, omitida

Luís Filipe D. Figueiredo

Nenhum comentário:

Postar um comentário