Total de visualizações de página

quarta-feira, 24 de junho de 2015

O AMOR É ALGO, QUE NÃO PEÇO



O AMOR É ALGO, QUE NÃO PEÇO 

O amor é algo, que não peço 
Deixo-o surgir naturalmente 
Mas ao recebê-lo confesso 
Sinto-me melhor, e diferente 

Quando ele acontece 
O meu coração o sente
E, se ele não se desvanece 
Deixa-me tão contente

Ai como é bom receber
Para depois tu ofertar 
Acredita, podes crer

Que te dou a suspirar
O que possa acontecer
Não me faz preocupar 

Luís Filipe D. Figueiredo

Nenhum comentário:

Postar um comentário