Total de visualizações de página

quarta-feira, 8 de julho de 2015

A NOITE SURGIA DOCEMENTE


 


A NOITE SURGIA DOCEMENTE 

A noite surgia docemente 
Os meus olhos fitavam os teus
A lua surgia finalmente 
E, os teus beijos eram meus

Demos as mãos, com a certeza 
De que as dávamos amando
Impressionados com a tua beleza
Meus olhos iam-te desejando

As minhas mãos, essas deslizavam 
Ao longo dos teus lindos cabelos
Que ao ser acariciados, mostraram 

Como eram cheirosos, e belos
Os nossos corpos se unificaram 
Correspondendo aos nossos apelos 

Luís Filipe D. Figueiredo

Nenhum comentário:

Postar um comentário