Total de visualizações de página

segunda-feira, 13 de julho de 2015

OIÇO AO LONGE A TUA VOZ



OIÇO AO LONGE A TUA VOZ

Oiço ao longe a tua voz
Olho o céu e vejo as estrelas
E, os meus olhos correm veloz
Tentando encontrar-te nelas

Sinto desejo de te possuir 
E, amar-te loucamente 
Necessito tanto de te sentir 
Para me sentir diferente

Quero os teus sonhos realizar 
Fazer deles a minha bandeira
Para os meus concretizar

Minha bela, e doce feiticeira
Ai como te quero encontrar
Vem para mim junto à lareira

Luís Filipe D. Figueiredo

4 comentários:

  1. Belo DEMAIS! estou lendo e ouvindo, GIOVANNI MARRADI Just For
    PARABÉNS!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Zilma Rocha, bem hajas recebe o meu beijinho no teu lindo coração

      Excluir
  2. Que lindo poeta! Amei. Cada dia um deslumbre de poema. Bj no coração.

    ResponderExcluir
  3. Que lindo poeta! Amei. Cada dia um deslumbre de poema. Bj no coração.

    ResponderExcluir