Total de visualizações de página

sábado, 11 de julho de 2015

TENTO FALAR-TE DE MIM



TENTO FALAR-TE DE MIM 

Mora em mim a tristeza
E também a saudade
Reina às vezes a incerteza
Mas nunca a falsidade 

No meu coração, há amor
Por vezes até em demasia
Fazendo-me sentir ardor 
E desejar-te noite, e dia 

No meu pensamento 
Surge a loucura 
O prazer, e o desejo 
Ao contemplar a tua formosura
E, ao sentir o teu beijo 

Tento falar-te de mim
Em forma de poesia
Fazer-me entender assim 
Foi uma enorme ousadia

Espero ser perdoado 
Se tal não acontecer 
O facto de ter tentado 
Dar-te assim perceber 

Desejo sinceramente 
Ter conseguido o objetivo
E entendas como é diferente
Este amor puro, e sentido

Luís Filipe D. Figueiredo

Nenhum comentário:

Postar um comentário