Total de visualizações de página

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

ADOREI O TEU SILÊNCIO



ADOREI O TEU SILÊNCIO 

Desafiei-te para dançar
Para, sentires meu coração
Queria poder-te amar
E, mostrar-te esta paixão

Nossos corpos deslizavam
Entre os farrapos de neve
E nossas almas se amavam
Ainda que um período breve

Sentiste-te atrapalhada
Ao, olhares o meu rosto
Fez-se silêncio, mais nada
Ao veres, o quanto de ti gosto

Senti este silêncio sublime
Como o mais encantador
E, permite-me que te afirme
Que te adoro meu amor

A neve, essa continuava a cair
E, eu com os olhos fitos nos teus
Era incapaz de te encobrir
O que mostravam, os olhos meus

Luís Filipe D Figueiredo

Um comentário:

  1. Boa tarde amigo querido Luís Filipe Figueiredo. Que lindo seu poema! Todo o trabalho em si. Amei. Bj no coração

    ResponderExcluir