Total de visualizações de página

terça-feira, 4 de agosto de 2015

QUANDO OLHO O FIRMAMENTO



QUANDO OLHO O FIRMAMENTO

Quando olho o firmamento
E, avisto a lua, e as estrelas
Ao sentir passar o vento 
Peço-lhe que me leve até elas

Torno-me seu aliado 
E, também seu amigo
Digo-lhe que estou apaixonado 
E, ele sopra forte, levando-me consigo 

Mais rápidos que o som 
Partimos para outra dimensão 
E, diz-me ser de bom-tom 

Pedir-te a tua mão
Sinto-me feliz, ai como é bom
Meu amigo aceitar a tua opinião 

Luís Filipe D. Figueiredo

Nenhum comentário:

Postar um comentário