Total de visualizações de página

sexta-feira, 30 de outubro de 2015

CHORO, SEM AS LÁGRIMAS CAÍREM






CHORO, SEM AS LÁGRIMAS CAÍREM

Choro, sem as lágrimas caírem
Se penso em ti, e não te tenho
Choro, sem as lágrimas caírem
Ao ver o teu rosto num desenho

Choro, sem as lágrimas caírem
Ao surgir a noite, e a escuridão
Choro, sem as lágrimas caírem
Ao sentir esta dor, e a solidão

Choro, sem as lágrimas caírem
Ao sentir esta sensação
Choro, sem as lágrimas caírem

Se as sinto escorrer no coração
Choro, sem as lágrimas caírem
Quando em mim morre, a paixão

Luís Filipe D. Figueiredo

Todos os direitos reservados
Lei de Direitos de Autor (Lei 9610/98)

Um comentário: