Total de visualizações de página

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

FOSTE TU, QUEM ME MOSTROU



FOSTE TU, QUEM ME MOSTROU

Foste tu, quem me mostrou
O amanhã de um lindo dia
E, nesse momento se gravou 
Na minha alma, o que a tua pedia 

Inseparáveis para sempre
Se uniram uma à outra
Vivendo um amor ardente
Como um garanhão e uma potra

Sem limite, ou preconceito 
Agarrei-te pela cintura 
E, beijei o teu lindo peito

Com desejo, e ternura
Abraçados no nosso leito
Nos amamos com loucura 

Luís Filipe D. Figueiredo