Total de visualizações de página

quarta-feira, 30 de setembro de 2015

QUERO ENTENDER OS TEUS SILÊNCIOS



QUERO ENTENDER OS TEUS SILÊNCIOS

Quero entender os teus silêncios
Necessito ouvir a tua voz
Quero entender os teus receios 
E, voar como um albatroz 

Quero como ele mergulhar no mar
Na tua procura, linda sereia
Quero ouvir o teu cantar
E, amar-te na a areia 

Quero Ser um almirante 
Ou talvez, um navegador
Quero ser o teu amante 

E, também o teu senhor
Quero sentir este desejo constante 
De te encontrar, seja onde for 

Luís Filipe D. Figueiredo