Total de visualizações de página

sexta-feira, 2 de outubro de 2015

SINTO SEDE DOS TEUS BEIJOS



SINTO SEDE DOS TEUS BEIJOS

Sinto sede dos teus beijos
E, desejo do teu corpo
Não esqueço os teus traços
Nem o teu sorriso maroto 

Lê, baixinho o meu soneto 
Acompanha-o ao piano
E, garanto, e te prometo 
Que sentirás como te amo

Vais ouvir no teu ouvido
Lindas palavras de amor
Quando me tiveres sentindo 

Dentro de ti, com fervor
Ouve, ouve como ele é lindo
E, sente-me meu amor

Luís Filipe D. Figueiredo