Total de visualizações de página

terça-feira, 5 de janeiro de 2016

NO DIA EM QUE TE CONHECI



NO DIA EM QUE TE CONHECI

No dia em que te conheci
Quis construir a nossa casa
E, cada pedra que movi 
O meu peito ardeu como brasa 

A minha mente a arquitetou 
O meu coração a concebeu
A minha mão desenhou 
E, foi assim, que ela nasceu

Construía perto do mar
Para o podermos ouvir
E, com ele conversar 

E, até mesmo sorrir 
Adoro o teu beijo, e imaginar
Que estou dentro dela a te despir 

Luís Filipe D. Figueiredo

Todos os direitos reservados
Lei de Direitos de Autor (Lei 9610/98

Nenhum comentário:

Postar um comentário