Total de visualizações de página

quinta-feira, 14 de abril de 2016

PROCURO-TE NO CÉU, ENTRE AS ESTRELAS



PROCURO-TE NO CÉU, ENTRE AS ESTRELAS

Procuro-te no céu, entre as estrelas
Sinto tanto a tua falta 
Que ao fita-las, surges entre elas
Brilhando, como as luzes na ribalta

Perante a tua bela aparição
Os meus olhos choram de dor
Não consigo evitar a emoção
Ao recordar o nosso amor 

Desesperado voo na tua direção
Imploro ao vento que me leve
Quero voltar a sentir a sensação

Do nosso amor, ainda que seja breve
Por favor, não me digas que não
E, ouve o que a minha alma te pede 

Luís Filipe D. Figueiredo

L Todos os direitos reservados
Lei de Direitos de Autor (Lei 9610/98)

4 comentários: