Total de visualizações de página

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

AO VER O DIA NASCER



AO VER O DIA NASCER 

Ao ver o dia nascer 
Colorido pelo arco-íris
Naquele amanhecer 
Senti-me perante Éris 

O sol que surgiu no horizonte 
Transmitiu-me o teu calor
E, o suor, na minha fronte
Tinha o teu cheiro, meu amor 

O verde, e azul, do mar 
Encantavam a minha mente
Deslumbrando o meu olhar

Fazendo-me sentir diferente
Ai, como é tão bom sonhar
E, desejar-te eternamente

Luís Filipe D. Figueiredo

Todos os direitos reservados
Lei de Direitos de Autor (Lei 9610/98)

Um comentário: