Total de visualizações de página

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

COM FLORES CUBRO O TEU REGAÇO


COM FLORES CUBRO O TEU REGAÇO

Com flores, cubro o teu regaço.
De amor, encho o teu coração.
E, desde então, tudo o que faço.
É, amar-te, com muita paixão.

A tua boca; cubro-a de beijos. 
Beijos esses, que enalteço. 
Pois provocam-me desejos.
Esses beijos, que não esqueço.

Peço ao vento, que me leve.
E, me ajude a suportar.
Que o longo, se torne breve.

Para em breve, não contestar. 
Esta dor que se atreve. 
Às vezes, em mim, habitar. 

Luís Filipe D. Figueiredo

Todos os direitos reservados
Lei de Direitos de Autor (Lei 9610/98)

Nenhum comentário:

Postar um comentário