Total de visualizações de página

domingo, 7 de fevereiro de 2016

SINTO-ME MUITO TRISTE



SINTO-ME MUITO TRISTE 

Sinto-me muito triste 
Se olho ao meu redor
E, sinto que não existe 
Um pouco de amor 

Sinto-me muito triste 
Quando olho o teu rosto 
E, vejo que nele subsiste 
Um profundo desgosto

Sinto-me muito triste
Com todos que te usaram 
E, muitas vezes tu trais-te 

Porque nunca te amaram
Sinto-me muito triste 
Com todos que te humilharam 

Luís Filipe D. Figueiredo 

Todos os direitos reservados
Lei de Direitos de Autor (Lei 9610/98)