Total de visualizações de página

quinta-feira, 3 de março de 2016

A MINHA VIDA É UMA ENCRUZILHADA



A MINHA VIDA É UMA ENCRUZILHADA

A minha vida é uma encruzilhada
De horas tristes, e perdidas
Onde apenas tu és encontrada
E, as nossas almas  saram as feridas

A minha vida é raiz, plantada 
A semente, que germinou 
E, jamais foi abandonada
Nas horas que precisou 

A minha vida é o vento, que sopra
O ar que inspira, a brisa do mar
É a voz que murmura 

A lágrima que cai, sem soluçar
A minha vida é a ternura 
Que te afaga, para não te ver chorar 

Luís Filipe D. Figueiredo

Todos os direitos reservados
Lei de Direitos de Autor (Lei 9610/98)