Total de visualizações de página

quarta-feira, 6 de abril de 2016

PROCUREI-TE DESDE MENINO



PROCUREI-TE DESDE MENINO 

Procurei-te desde menino 
Persegui-te hora, a hora
Fiz de ti, o meu destino
Não te deixei ir embora 

Eu não sei viver sem amor
Nem tão pouco sem paixão
Necessito sentir o teu ardor
E, o palpitar do meu coração

Preciso olhar o firmamento 
Voar entre estrelas, e astros
Pedir auxílio ao vento 

Para seguir os teus rastros 
E, manter-me sempre atento
Na descoberta de teus traços 

Luís Filipe D. Figueiredo

Todos os direitos reservados
Lei de Direitos de Autor (Lei 9610/98)