Total de visualizações de página

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

SURGE ENTRE NÓS O DESEJO


SURGE ENTRE NÓS O DESEJO 

Surge entre nós o desejo 
Se a minha boca brinca com a tua
Num perlongado e delicioso beijo
Que se evidencia à luz da lua 

Os nossos corpos se contorcem 
De prazer, e satisfação 
E, as estrelas aparecem 
Iluminando a noite, e a escuridão

O êxtase é total
Perante tanto prazer
Que este amor sem igual

Em nós quer permanecer 
Não encontrando rival 
Entre a manhã e o anoitecer 

Luís Filipe D. Figueiredo

Todos os direitos reservados
Lei de Direitos de Autor (Lei 9610/98)

SURGE ENTRE NÓS O DESEJO


SURGE ENTRE NÓS O DESEJO 

Surge entre nós o desejo 
Se a minha boca brinca com a tua
Num perlongado e delicioso beijo
Que se evidencia à luz da lua 

Os nossos corpos se contorcem 
De prazer, e satisfação 
E, as estrelas aparecem 
Iluminando a noite, e a escuridão

O êxtase é total
Perante tanto prazer
Que este amor sem igual

Em nós quer permanecer 
Não encontrando rival 
Entre a manhã e o anoitecer 

Luís Filipe D. Figueiredo

Todos os direitos reservados
Lei de Direitos de Autor (Lei 9610/98)