Total de visualizações de página

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

ENFEITIÇADO PELO TEU OLHAR


ENFEITIÇADO PELO TEU OLHAR 

Nostálgico, pedi ao vento
Que me levasse, até ti
Pois sinto, que não aguento 
Esta saudade que senti 

Olhos postos, no firmamento
Deixo-me, por ele guiar 
Perdendo a noção do tempo
Do espaço, e do lugar

Enfeitiçado, pelo teu olhar 
Fiquei ao encontrar-te. 
Naquele céu a relampejar 

Senti o desejo, de beijar-te. 
E, com o coração a palpitar 
Jurei para sempre, amar-te. 

Luís Filipe D. Figueiredo

Todos os direitos reservados
Lei de Direitos de Autor (Lei 9610/98)

ENFEITIÇADO PELO TEU OLHAR


ENFEITIÇADO PELO TEU OLHAR 

Nostálgico, pedi ao vento
Que me levasse, até ti
Pois sinto, que não aguento 
Esta saudade que senti 

Olhos postos, no firmamento
Deixo-me, por ele guiar 
Perdendo a noção do tempo
Do espaço, e do lugar

Enfeitiçado, pelo teu olhar 
Fiquei ao encontrar-te. 
Naquele céu a relampejar 

Senti o desejo, de beijar-te. 
E, com o coração a palpitar 
Jurei para sempre, amar-te. 

Luís Filipe D. Figueiredo

Todos os direitos reservados
Lei de Direitos de Autor (Lei 9610/98)