Total de visualizações de página

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

FECHEI-LHE AS PÁLPEBRAS


FECHEI-LHE AS PÁLPEBRAS

Fechei-lhe as pálpebras. 
Pesadas, do cansaço. 
E, também das agruras.
Daquele triste desenlaço.

Não me peçam para contar.
O desespero, que senti.
Pois prefiro não revelar.
O quanto por ela sofri.

Estava ali, e já não estava.
Chegara o fim da agonia.
Na minha mente, ela voava.

Ao mesmo tempo que partia.
De mãos dadas, a acompanhava.
E, assim me despedia. 

Luís Filipe D. Figueiredo

Todos os direitos reservados
Lei de Direitos de Autor (Lei 9610/98)

Nenhum comentário:

Postar um comentário