Total de visualizações de página

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

TALVEZ AMANHÃ


TALVEZ AMANHÃ

Talvez amanhã.
Noutro lugar.
O meu talismã.
Ajude-me encontrar.

Outro, alguém.
A quem possa dizer.
Sem desdém. 
Nasci para te querer.

Vim ao mundo. 
Para te amar.
Sentimento profundo.

Que te deixo no ar.
E, onde me afundo.
Sem hesitar. 

Luís Filipe D. Figueiredo

Todos os direitos reservados
Lei de Direitos de Autor (Lei 9610/98)

Nenhum comentário:

Postar um comentário