Total de visualizações de página

quarta-feira, 29 de março de 2017

AO TOCARES O MEU AMOR


AO TOCARES O MEU AMOR 

Ao tocares o meu amor 
Vibro de felicidade
E, ao sentir o teu calor
Entrego-me sem falsidade

Esqueço a minha condição
Esqueço até a realidade
Vivo o sonho, e a sensação
Entrego-me na totalidade

Ao sentir as tuas mãos
Deslizando na minha pele
Meu corpo sente arrepios
E, tu entregas-te a ele 

Tomas conta dos meus sentidos
Sinto-te de mim apoderar
Oiço, e vibro com teus gemidos
Não cesso de te amar 

Ai, como queria parar o tempo
E, manter-te nos meus braços
Para nesse espaço-tempo 
Ficar, sentindo teus abraços 

Queria ainda, poder perpetuar 
Este nosso momento de magia 
Para ninguém nos afastar
Nem tentar, essa ousadia 

Luís Filipe D. Figueiredo

Todos os direitos reservados
Lei de Direitos de Autor (Lei 9610/98)




Um comentário: