Total de visualizações de página

sexta-feira, 3 de março de 2017

DÁ-ME A TUA MÃO, E VEM


DÁ-ME A TUA MÃO, E VEM

Dá-me a tua mão, e vem.
Vem comigo, mais além.
Passear naquela nuvem.
Que não leva lá ninguém.

Quero sentir o teu cheiro.
O calor, da tua pele.
Que faz-me sentir inteiro.
E, a doçura do teu mel.

Dá-me a tua mão, e vem. 
Vem, sem hesitar.
Não sintas medo meu bem.

De te deliciar.
Dá-me a tua mão, e vem.
Quero-te amar. 

Luís Filipe Domingues Figueiredo

Todos os direitos reservados
Lei de Direitos de Autor (Lei 9610/98)

Nenhum comentário:

Postar um comentário