Total de visualizações de página

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

ROUBASTE-ME O CORAÇÃO


ROUBASTE-ME O CORAÇÃO.

Roubaste-me o coração.
Com o teu lindo olhar.
Foi tão forte a emoção.
Que o senti, a palpitar.

Roubaste-me a serenidade.
Entregaste-te em amor.
Devolveste-me a felicidade.
Desejei-te com primor.

Este turbilhão de sentimentos
Que o teu lindo olhar fomentou
Fez-me gritar aos quatro ventos

Que por ti se enamorou.
E, sem receios ou lamentos.
Para sempre me aprisionou.

Luís Filipe D. Figueiredo

Todos os direitos reservados
Lei de Direitos de Autor (Lei 9610/98)

ROUBASTE-ME O CORAÇÃO.


ROUBASTE-ME O CORAÇÃO.

Roubaste-me o coração.
Com o teu lindo olhar.
Foi tão forte a emoção.
Que o senti, a palpitar.

Roubaste-me a serenidade.
Entregaste-te em amor.
Devolveste-me a felicidade.
Desejei-te com primor.

Este turbilhão de sentimentos
Que o teu lindo olhar fomentou
Fez-me gritar aos quatro ventos

Que por ti se enamorou.
E, sem receios ou lamentos.
Para sempre me aprisionou.

Luís Filipe D. Figueiredo

Todos os direitos reservados

Lei de Direitos de Autor (Lei 9610/98)