Total de visualizações de página

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

MAIS DURO, QUE MORRER


MAIS DURO, QUE MORRER

Mais duro, que morrer.
É ver, o aproximar do fim.
É sentir, o desfalecer.
Dos sonhos, que há mim.

Mais duro, que morrer.
É o ver, ir-te embora.
E, tristemente reconhecer.
Que ainda, não era a hora.

Pior que sofrer.
É chegar à conclusão.
Que mais duro, que morrer.

É viver, na solidão.
É sentir-te, e não te ter.
Meu amor, minha paixão.

Luís Filipe D. Figueiredo 

Todos os direitos reservados
Lei de Direitos de Autor (Lei 9610/98)

MAIS DURO, QUE MORRER


MAIS DURO, QUE MORRER

Mais duro, que morrer.
É ver, o aproximar do fim.
É sentir, o desfalecer.
Dos sonhos, que há mim.

Mais duro, que morrer.
É o ver, ir-te embora.
E, tristemente reconhecer.
Que ainda, não era a hora.

Pior que sofrer.
É chegar à conclusão.
Que mais duro, que morrer.

É viver, na solidão.
É sentir-te, e não te ter.
Meu amor, minha paixão.

Luís Filipe D. Figueiredo 

Todos os direitos reservados
Lei de Direitos de Autor (Lei 9610/98)